Os Pés da Lagartixa Não Mostram Evolução

by / março 5, 2015

Certos tipos de lagartixa têm milhões de minúsculas cerdas na parte inferior dos pés, as quais permitem que elas andem sem qualquer esforço em superfícies verticais — até mesmo em vidro!

Há alguns anos, uma descoberta impressionante foi feita pela comunidade científica. Em Myanmar, foi encontrado um pé de lagartixa envolto e preservado num pedaço de âmbar. Os estudos laboratoriais desses restos datou-os de aproximadamente 100 milhões de anos.

Eis onde a coisa fica interessante: o pé de lagartixa era praticamente idêntico aos que vemos nas lagartixas atuais.

Vamos colocar isso na perspectiva correta. Segundo os evolucionistas, a vasta maioria dos mamíferos evoluiu nos últimos 250 milhões de anos; ou seja, todo tipo de mamífero encontrado na Terra, do morcego à girafa.

Isso significa que, de acordo com os evolucionistas darwinianos, um suposto período de 250 milhões de anos de evolução produziu toda variedade de mamíferos vista atualmente… No entanto, supostamente, há 100 milhões de anos, o pé da lagartixa era tão incrivelmente complexo quanto é hoje em dia. Ou seja, SEM O MÍNIMO de evolução.

Tem algo muito errado nisso. Qual VOCÊ acha que é a solução?

Sou David Rives…
Os Céus Realmente Proclamam a Glória de Deus.
Tradução: Mariza Regina de Souza

The following two tabs change content below.
David Rives
With a unique combination of creation science and Biblical astronomy, David has built a solid case for our Creator and Savior, Jesus Christ–and the world is taking notice. Host of the weekly TV show "Creation in the 21st Century" on TBN, and author of the book "Wonders Without Number". davidrives.com

Your Commment

Email (will not be published)