Sinais dos Tempos — A Bíblia e a Astrologia

by / março 5, 2015

A prática da astrologia envolve o uso de estrelas, planetas e constelações como sinais. De acordo com o registro bíblico, o sol, a lua e as estrelas foram designados para sinais, estações, dias e anos. Assim, será que isso torna a astrologia biblicamente aceitável?

Na verdade, é exatamente o contrário. A maior diferença entre os sinais bíblicos e as práticas pagãs da astrologia pode ser encontrada no livro de Jeremias. Nele, lemos que os gentios ficavam temerosos com os sinais dos céus. Na astrologia, dizem que coisas ruins podem acontecer se as estrelas não estiverem alinhadas corretamente.

O Senhor nos diz para não nos espantarmos com os sinais dos céus: “Assim diz o SENHOR: Não aprendais o caminho dos gentios, nem vos espanteis com os sinais dos céus, porque com eles os gentios se atemorizam” (Jeremias 10:2).

O livro de Atos afirma que, depois dos idólatras construírem o bezerro de ouro no monte Sinai, “Deus se afastou e os entregou ao culto da milícia celestial…” (Atos 7:42).

Na carta aos Romanos lemos sobre aqueles “que mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador…” Atualmente, vemos que não só os astrólogos, mas também muitos cientistas ateus parecem adorar a criação em lugar do Criador do Universo.

Qual é o seu signo? O meu seria: “por modo assombrosamente maravilhoso foste formado, filho do Deus vivo”.

Sou David Rives…
Os Céus Realmente Proclamam a Glória de Deus.
Tradução: Mariza Regina de Souza

The following two tabs change content below.
David Rives
With a unique combination of creation science and Biblical astronomy, David has built a solid case for our Creator and Savior, Jesus Christ–and the world is taking notice. Host of the weekly TV show "Creation in the 21st Century" on TBN, and author of the book "Wonders Without Number". davidrives.com

Your Commment

Email (will not be published)